terça-feira, 14 de março de 2017

Seduc reforça diálogo com deputados sobre a educação no Pará

Questões fundamentais da educação paraense foram debatidas nesta terça-feira (14) na Comissão de Educação da Assembleia Legislativa. A reunião foi presidida pelo deputado Thiago Araújo (PPS) e teve a participação da secretária de Estado de Educação, Ana Claudia Hage, e dos secretários adjuntos. Foi a oportunidade para os parlamentares tirarem dúvida sobre os vários assuntos da gestão da educação e para a Seduc apresentar o trabalho que está sendo feito em prol da educação no Estado.
O encontro dos parlamentares com a gestão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) marcou a primeira reunião do calendário da comissão neste ano e inaugurou um novo momento de diálogo da secretaria com o Legislativo. Acreditando que se inaugura um canal mais efetivo de diálogo com parlamento, a secretária considerou o evento importante para que os deputados sejam informados com precisão sobre as questões da educação.
Ana Hage fez esclarecimentos sobre construção e reforma de escolas, segurança dos estabelecimentos e contratação de professores, temas que permearam as manifestações de quase todos os deputados presentes à reunião. A secretária esclareceu que a Seduc está equacionando contratos e fazendo novas licitações para concluir obras paralisadas. Disse que não há pendências financeiras com construtoras e que todas as obras passam por auditagem visando cobrar das empreiteiras o cumprimento dos prazos.
Sobre segurança, Ana Hage informou que está em estudo um programa de segurança eletrônica dos estabelecimentos e também um convênio com a Polícia Militar para garantir o reforço da segurança escolar. Ainda sobre esse tema, informou que a Seduc vai implantar um programa de estímulo à participação das comunidades para criar um ambiente de envolvimento das famílias dos estudantes na questão da segurança. Ela falou ainda a respeito da contratação de professores, que serão reabertas.
Os deputados questionaram ainda sobre o Sistema Educacional Interativo, prática que usa a tecnologia como mediadora nas salas de aula, tendo à frente a participação de professores treinados e de turmas de alunos conectados em diferentes pontos do Pará. O sistema segue as políticas públicas educacionais expressas nos planos Nacional e Estadual de Educação, assim como no Pacto pela Educação, relativas à universalização do ensino médio, alçado à condição de etapa da educação básica de natureza obrigatória e indispensável à formação do indivíduo em todos os aspectos da vida.
A secretária esclareceu que as aulas serão originadas em um estúdio de TV e monitoradas por um professor presente na sala de aula. Defendendo o novo método de ensino a ser adotada pela Seduc, Ana Hage convidou a comissão a organizar uma visita ao Estado do Amazonas, onde foi implantado há dez anos um programa semelhante e cujos resultados são considerados excelentes, servindo de modelo para o projeto do governo paraense.
A secretária propôs que a comissão organize uma agenda de assuntos temáticos para que as informações possam ser mais detalhadas – proposta imediatamente acatada pelo presidente da comissão. Além de Ana Hage, participaram da reunião os secretários adjuntos José Roberto Silva (de Ensino), Roberto Damasceno (Logística Escolar), Dayse Ana Batista (Gestão e pessoas) e Marilea Sanches (de Planejamento e Gestão) e o gerente do Escritório de Projetos da Seduc, Paulo Machado.
Por Rose Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário