sábado, 10 de outubro de 2015

Hospital Metropolitano presta assistência a romeiros do Círio


Desde as seis da amanhã desta sexta-feira (9), os romeiros que chegam a Belém para o Círio de Nazaré são acolhidos em frente ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência. Eles recebem massagem, curativos, aferição da pressão e glicemia, frutas, água, e lanche. O posto de atendimento, que fica no quilômetro 5 da BR-316, é parada obrigatória para romeiros vindos de diversas localidades da região nordeste do Estado.
A iniciativa do hospital, que já se repete desde 2013, foi aprovada por Teca Lopes, romeira que veio do distrito de Mosqueiro, a cerca de 70 quilômetros de Belém. Há quatro anos ela faz o percurso. Falta só mais um para pagar a promessa. Também de Mosqueiro, Ivanilde Bernardes de Sousa faz sua caminhada em agradecimento e devoção. Segundo ela, o posto de atendimento do Hospital Metropolitano é o último antes do destino final, a Basílica de Nazaré. Por isso, precisa parar para descansar. “Essa é uma ótima iniciativa, precisamos desse apoio”, comentou.
O diretor geral do hospital, Rogério Kuntz, diz que, participando do Círio, o Hospital Metropolitano se aproxima ainda mais da comunidade e cumpre o papel de promover o bem-estar e a saúde. “Nosso compromisso é com a vida, e a festa da padroeira dos católicos paraenses reflete esse sentimento de servir”, disse. A expectativa é que, até o fim desta sexta-feira, 200 romeiros sejam atendidos pela equipe do hospital de prontidão na BR.
Os devotos contarão ainda com o apoio do Metropolitano neste sábado (10), durante a Romaria Fluvial. Um posto de atendimento, com equipamentos de urgência e emergência, estará disponível na balsa montada pela Comissão de Aeroportos da Região Amazônia (Comara), Base Naval e Exército, que acompanhará o cortejo de embarcações na Baía do Guajará.
Com uma equipe de 40 voluntários, o Hospital Metropolitano também estará presente na procissão do Círio, atuando no posto de atendimento que será instalado na Caixa Econômica Federal, na Avenida Presidente Vargas, pela Cruz Vermelha. O posto estará preparado para os primeiros atendimentos aos romeiros; caso haja necessidade, serão transferidos para hospitais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário