segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Empresário amigo de Lula pede ao Supremo acesso à delação de Baiano

O empresário José Carlos Bumlai pediu nesta segunda-feira (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) acesso ao conteúdo do acordo de delação premiada do lobista Fernando Soares, o Baiano.
Em colaboração com as investigações, Baiano afirmou em um dos depoimentos que fez um pagamento de R$ 2 milhões que teria como destinatária uma nora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Segundo o lobista, o pagamento foi feito a pedido de Bumlai, conhecido pela amizade com Lula.
O Instituto Lula diz que o ex-presidente nunca atuou como intermediário de empresas e que jamais autorizou Bumlai a utilizar o nome dele em qualquer espécie de lobby. Ainda segundo a nota, Lula possui quatro noras, e nenhuma delas recebeu, direta ou indiretamente, qualquer quantia de Fernando Baiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário