domingo, 1 de março de 2015

YOUSSEF COLOCA TUBARÃO NA LAVA JATO: ANDRÉ ESTEVES

Dono do BTG Pactual e um dos empresários mais ricos do País, o banqueiro André Esteves viu seu banco citado pelo doleiro Alberto Youssef em sua delação premiada; o motivo seria o pagamento de uma propina de R$ 6 milhões na venda de postos de combustíveis de uma distribuidora comprada pelo BTG Pactual para a BR Distribuidora; é a terceira vez que Esteves é envolvido em fatos que relacionados à Petrobras ou à Lava Jato; ele foi citado pela compra de poços de petróleo na África, durante a CPI da Petrobras, e é também um dos controladores da Sete Brasil, que teve Pedro Barusco como um dos seus principais executivos; agora, a acusação é mais grave e perigosa para o banqueiro prodígio

Nenhum comentário:

Postar um comentário