terça-feira, 31 de março de 2015

Segunda rampa começa a ser utilizada na travessia de balsa sobre o Rio Moju

A segunda rampa construída para receber uma das balsas que faz a travessia sobre o Rio Moju passou a funcionar nesta segunda-feira (30). Agora estão em operação duas balsas em cada uma das margens do rio. A recuperação das rampas é parte dos serviços de melhoria que estão sendo realizados pelo governo do Estado na área. De acordo com o coronel PM Roberto Damasceno, coordenador do Grupo de Trabalho criado para acompanhar os trabalhos de recuperação da ponte Moju Cidade, os reparos feitos nas rampas já melhoram muito a travessia.
“Estamos operando com três balsas, sendo uma grande para caminhões e duas menores. Já temos duas bi-rampadas, com entrada e saída, que diminui o tempo das manobras. Do lado da cidade já reformamos a segunda rampa, que foi concretada, com uma resistência de 400 quilos por centímetro quadrado e 12 metros de largura”, informou.
Uma avaliação de viabilidade, com sondagem do solo, será realizada na área visando a construção de uma terceira rampa. Para o prefeito de Moju, Deodoro Pantoja, ainda serão necessários mais alguns reparos discutidos na reunião com o Grupo de Trabalho, que inclui representantes da Polícia Militar, Departamento de Trânsito (Detran), Secretaria de Estado de Transportes (Setran), Agência de Regulação e Controle de ServiçosPúblicos do Pará (Arcon), Corpo de Bombeiros e da empresa Paulitec, responsável pela recuperação da ponte. “Estamos tentando diminuir o fluxo de cargas pesadas dentro da cidade, evitando o uso da rampa principal, por isso queremos criar uma terceira do lado da cidade. Aí vamos fazer o recapeamento da Avenida das Palmeiras, a principal da cidade, que dá acesso à rampa central”, explicou o prefeito.
Acompanhamento - Representantes das secretarias envolvidas na operação de recuperação da ponte foram ao município discutir novas demandas. “Diretores da Arcon e Setran estão conosco para avaliar todas as obras que necessitam ser realizadas. Com a Secretaria de Saúde Pública (Sespa) já foi decidido que haverá ações nos bairros e na fila da balsa, para exames e atendimentos rápidos, como verificação de glicemia”, acrescentou o coronel Roberto Damasceno.
O A-Frame, equipamento desenvolvido para retirada das “línguas” de concreto que estão penduradas na estrutura da ponte, está sendo preparado para montagem. “Já fizemos a preparação na base, para montá-lo. Foi feita uma raspagem na pista da ponte para receber a base do A-Frame”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário