segunda-feira, 2 de março de 2015

Renan recusa convite de Dilma para jantar

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou nota na qual recusou o convite feito pela presidente Dilma Rousseff para um jantar com toda a cúpula do PMDB, a ser realizado na noite desta segunda-feira (2), no Palácio do Alvorada.

Calheiros é cumprimentado após ter vitória confirmada como presidente do Senado, em 01/02
Foto: PMDB/Divulgação
Calheiros é cumprimentado após ter vitória confirmada como presidente do Senado, em 01/02

No texto, Renan disse que, como presidente do Congresso, "deve colocar a instituição acima da condição partidária" e considera o encontro um "aprimoramento da democracia".

Leia mais:
Renan Calheiros é reeleito presidente do Senado Federal

Além de Renan, foram convidados para o jantar o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente da Câmara, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os seis ministros do partido, além dos líderes do peemedebistas na Câmara e no Senado.

Relembre a posse de Dilma Rousseff para seu segundo mandato presidencial:


Nenhum comentário:

Postar um comentário