domingo, 1 de março de 2015

Governador prestigia o aniversário de 10 anos da Diocese de Castanhal

A Diocese de Castanhal celebrou 10 anos de existência com uma missa na noite deste sábado (28). A cerimônia lotou a área interna e externa do templo, com fiéis de dezenas da paróquia e de outras comunidades. O governador Simão Jatene também prestigiou a missa, que contou com a presença de Dom Zico, Dom Alberto Taveira e Dom Teodoro Mendes, da Arquidiocese de Belém, além de Dom Marco, o bispo responsável pela diocese de Castanhal.

A missa teve um convidado especial, o ex-arcebispo de Belém, Dom Orani Tempesta, que ajudou a instalar há 10 anos a diocese aniversariante. “Eu venho aqui hoje, junto ao anjo dessa casa Dom Carlos, para agradecer ao Senhor. Foi aqui minha iniciação no trabalho da arquidiocese. Passei de cidade em cidade anunciando a criação dessa diocese”, relembrou.

Ele, que além de Arcebispo do Rio de Janeiro é cardeal, levou uma palavra do Papa Francisco à igreja de Castanhal. “Ele deseja unir-se em ação de graças a vocês e faz votos para que todos os fiéis renovem o empenho evangelizador reafirmando a contínua pregação pela igreja missionária”, concluiu.

A celebração, que iniciou às 18h, teve um telão montado ao lado de fora da igreja, garantindo que todos pudessem assistir à missa, que emocionou muitos presentes. Maria Amélia da Silva, coordenadora da capela de Santa Luzia, de São Francisco do Pará, foi com mais de 200 pessoas em comitiva para fazer parte desse momento. “Nós viemos de várias paróquias e comunidades. Fizemos questão de vir para essa bela celebração com Dom Carlos”, disse.

A beleza do templo fascina ainda mais, segundo o comerciante de Castanhal, Paulo Medeiros. “A gente fica até em pé, aguenta. É muito importante para Castanhal, nos traz um prestígio enorme. Temos um templo lindo, é um dos mais bonitos do Brasil, eu acredito”, afirma.

O governador Simão Jatene foi convidado a deixar uma mensagem aos membros da diocese. “Estou aqui e agradeço a Deus por esses 10 anos, não deixo de lembrar que fui criança em Castanhal. Mas hoje espero que esse seja um momento de reencontro com nossos mais profundos sentimentos de fé e esperança”, declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário