quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Homicídios aumentam no Estado de SP e roubos registram 18ª alta consecutiva

Foram 361 homicídios no Estado no período, oito a mais do que em novembro de 2013 – uma alta de 2,3% do crime. Com isso, a taxa de homicídios paulista dos últimos 12 meses ficou 0,13% acima da recomendada pela Organização das Nações Unidas (ONU) (10 mortes intencionais para cada 100 mil habitantes).
Leia mais:

Os roubos seguem pelo mesmo caminho, mas com alta sempre maior quando comparados a períodos semelhantes. No mês passado houve um total de 23.507 registros dessa modalidade de crime ante 20.990 casos em novembro de 2013: crescimento de 12%. Também aumentaram 0,6% os furtos de veículos – um total de 9.960 casos.
Apesar dos índices negativos, houve diminuição em algumas ocorrências. É o caso dos furtos, que tiveram queda de 10,3% no período; dos roubos de veículos, de 14,% (7.705 casos); e dos latrocínios, 0,6% (23 casos).
Capital 
Na capital paulista os índices foram um pouco melhores do que no restante do Estado. Houve queda de 13,9% no número de homicídios no período (87 casos), menor índice em um mês de novembro desde a atual forma de organização da SSP, em 2001. Assim, São Paulo, diferente do restante do Estado, segue mantendo-se abaixo da taxa indicada pela ONU – são 9,78 casos a cada 100 mil habitantes.

Leia também:

Também houve queda no número de roubos de veículos, de 13,4% (3.940 casos), e de furtos, de 11,5% (14.746 ocorrências). A SSP ainda destaca um aumento de 14,4% no número de apreensões de armas de fogo (477 no total).
Entretanto, nos demais índices, a capital segue a tendência de alta da unidade federativa. Houve aumento de 20% no número de latrocínios (12 casos), os roubos cresceram 20,5% (12.338 registros) e os furtos de veículo, 3,4% (4.191 ocorrências).

Nenhum comentário:

Postar um comentário