sábado, 29 de novembro de 2014

Polícia Civil incinera 680 quilos de drogas apreendidas no Estado

A Polícia Civil incinerou nesta sexta-feira (28) 680 quilos de drogas, mediante autorização judicial, na sede de uma indústria de cerâmica localizada na Rua Manoel de Souza, no bairro Pedreirinha, município de Marituba, Região Metropolitana de Belém. As drogas destruídas nos fornos da empresa, em maioria, pedras de óxi de cocaína, e ainda pasta base e maconha, foram apreendidas durante operações da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil, e por Seccionais da Grande Belém, em 2013 e ao longo de 2014. As apreensões foram feitas na capital e no interior do Estado. Ao todo, foi destruída, este ano, mais de 1,5 tonelada de drogas.
Todas as drogas apreendidas passaram por análises de constatação e pesagem, feitas pelas peritas criminais Kadyja Borges e Luciana Mello, do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. A promotora de Justiça de Crimes de Entorpecentes, Anette Macedo Alegria, acompanhou a incineração representando o Ministério Público do Estado. Ela explicou que a presença do MPE na queima da droga é prevista pela Lei 11.343/ 2006, que determina a presença de um promotor de Justiça na incineração de entorpecentes.
A destruição das drogas foi acompanhada pela chefe da Divisão de Controle de Drogas e Medicamentos, da Vigilância Sanitária Estadual, Elykarla Silva da Conceição, responsável pela fiscalização do procedimento. O delegado Hennison Jacob, diretor da DRE, disse que entre as drogas incineradas estão mais de 60 quilos de cocaína que estavam escondidos dentro do motor de um caminhão interceptado em Nova Timboteua, no nordeste paraense. A carga foi apreendida no último dia 11. Na ocasião, foi preso em flagrante o caminhoneiro Jeverson de Souza, 27 anos, que conduzia o veículo desde o Estado de Mato Grosso até o Pará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário