quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Vale tem lucro de R$ 115 milhões em 2013; é 98,8% menor que em 2012

Vale registrou lucro líquido R$ 115 milhões em 2013, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (26). O resultado foi 98,8% menor que o de 2012, quando a empresa teve ganhos de R$ 9,89 bilhões.
 No quarto trimestre, a empresa teve prejuízo de R$ 14,868 bilhões, 172% acima do registrado mesmo período de 2012 e acima do esperado pelo mercado.
Segundo analistas, isso se deu porque, em novembro passado, a Vale decidiu aderir ao Refis (programa de refinanciamento de dívidas tributárias) para o pagamento de imposto de renda e contribuição social sobre o lucro líquido de controladas e coligadas no exterior para o período de 2003 a 2012.
A companhia decidiu pelo pagamento à vista do principal (a parcela das dívidas, e não apenas os juros) para os anos de 2003, 2004 e 2006 e pelo parcelamento do principal, multas e juros para os outros anos.
Apesar do lucro menor, a empresa considerou que teve “forte desempenho” no ano passado. A Vale divulgou ter alcançado recorde de volume de vendas e produção de cobre e ouro e também no volume de vendas de minério de ferro e pelotas.
A receita operacional anual totalizou R$ 106,274 bilhões, 11,2% acima de 2012. Já no trimestre, a receita alcançou R$ 31,053 bilhões, aumento de 21,2% em relação ao mesmo período do ano anterior, puxado principalmente por maiores preços de minério de ferro seguido por volumes de venda de pelotas, níquel e carvão metalúrgico mais elevados.
Produção


A produção de minério de ferro da Vale recuou 3% no ano passado, para 299,79 milhões de toneladas, volume um pouco abaixo da meta de produção da companhia de 306 milhões de toneladas para 2013. A maior produtora de minério do mundo enfrentou restrições na capacidade de transporte da commodity em Carajás, no Pará, além chuvas fortes em minas do Sudeste, que levaram a empresa a decretar "força maior" em dezembro.

A Vale disse que os "contratempos na produção", que levaram a empresa a não cumprir sua meta, foram solucionados em janeiro, "corroborando nossa confiança na entrega do nosso plano de crescimento".
Por outro lado, a mineradora aumentou a produção de níquel, outra importante fonte de receita, em quase 10% em 2013, para 260 mil toneladas. Foi o maior volume desde 2008. A mineradora elevou a extração de níquel em minas do Canadá, Indonésia e Nova Caledônia. No Brasil, porém, a produção despencou, com reparo de um forno na planta de Onça Puma, em Ourilândia do Norte, no Pará.
A planta reiniciou suas operações no quarto trimestre após o fechamento em meados de 2012. Em dezembro de 2013, a produção de Onça Puma foi de 1,3 mil toneladas, cerca de 62% de sua capacidade nominal.
A produção de potássio também diminuiu, devido a parada de manutenção da unidade Taquari-Vassouras. A Vale produziu 126 mil toneladas no quarto trimestre de 2013, volume 21,6% abaixo do alcançado um ano antes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário