domingo, 23 de fevereiro de 2014

Relação PSB-PSDB alerta PT e faz Lula entrar no jogo

Aproximação entre PSB e PSDB tem sido motivo de preocupação para o Partido dos Trabalhadores; formação da chapa que disputará a sucessão do governador de Pernambuco praticamente sela acordo entre Eduardo Campos e Aécio Neves (PSDB) em torno de um pacto de não agressão, além de eventual apoio em um segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff; ao mesmo tempo, o PT, através de Lula, designou interlocutores para abrir um canal de negociação com Campos para que ele apoie a reeleição de Dilma em um segundo turno, a despeito das pretensões presidenciais do socialista; pelas sinalizações que Campos tem dado é pouco provável que ele, ficando fora do segundo turno, se reaproxime de Dilma; Lula seria capaz de convencê-lo?

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário