quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

FINANCIAL TIMES (DE NOVO) PEDE CABEÇA DE MANTEGA

Em editorial, jornal financeiro do Reino Unido insiste na troca do piloto da política econômica brasileira; "Substituí-lo pode fazer maravilhas", escreve jornal; publicação já havia feito a mesma recomendação no ano passado, depois da revista The Economist; mas formulação continua a ter um problema na origem: o avião pertence ao Brasil; Guido Mantega é ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff, e não um funcionário inglês; melhor faz o FT se pajear direitinho o primeiro-ministro David Cameron em lugar de praticar o velho e carcomido imperialismo britânico em versão século 21

Brasil 247

Em mais uma tentativa de interferência em assuntos internos do Brasil, o jornal inglês Financial Times pediu, mais uma vez, a demissão do ministro da Fazenda, Guido Mantega. A, digamos, sugestão foi feita em editorial publicado nesta quarta-feira 26. Para o FT, a saída de Mantega contribuiria para o Brasil recuperar sua credibilidade, segundo a publicação "perdida aos olhos dos investidores", justamente no momento em que o País "mais precisa" (leia a íntegra aqui, em inglês).
O FT aponta que, no Brasil, "quase todos, no governo e fora dele, concordam que a economia precisa mudar". E pergunta: "A verdadeira questão é como?". O próprio jornal responde, dando uma série de propostas. Entre elas, avançar com o programa de infra-estrutura, impulsionando assim o crescimento e atraindo investidores, e maior capacidade por parte de Dilma (igual à de Lula), para empurrar, no moroso Congresso, medidas impopulares.
"Essas medidas, porém, trazem o País de volta à estaca zero. Como construir então a credibilidade?", questiona o texto. "Pelo menos, tem sido dada ao Banco Central carta branca para aumentar as taxas de juros a fim de conter a inflação, enquanto Dilma Rousseff tem enfatizado seu compromisso com a inflação baixa e probidade fiscal", pondera o editorial do FT.
A maneira mais fácil, no entanto, coloca a publicação britânica, seria "sacudir a equipe" do governo. Segundo o Financial Times, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, "há muito perdeu respeito por parte dos investidores". O jornal sugere, com todas as letras: substituí-lo por um nome pró-mercado "pode fazer maravilhas".
Não é a primeira vez que a saída de Mantega é sugerida pela imprensa internacional. Por duas vezes, a revista The Economist – também britânica – mencionou a ideia de trocar o titular da Fazenda nos últimos meses (relembreaqui e aqui). O próprio Financial Times já atacou duramente a política econômica e a equipe comandada por Mantega no Brasil. Leia aqui e aqui.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário