domingo, 23 de fevereiro de 2014

Comitiva sueca quer investir em infraestrutura e mineração no Pará

Em visita à Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), comitiva da Câmara de Comércio Brasil-Suécia, formada pelos diretores executivos Elisangela Sohlman e Sharif Pakzard, recebeu o mapeamento completo das oportunidades de negócios existentes no Pará, com possibilidade de estreitamento de parceria entre o Brasil e as empresas membros desta estratégica instituição da Suécia.
O país já vem firmando acordos com o Brasil para a venda de seus caças aéreos Gripen. Durante o encontro, na quinta-feira 20, a diretora executiva afirmou que após oficializada, a parceria poderá ir além da instalação das empresas suecas, alcançando o desenvolvimento de capital intelectual, com a colaboração das instituições de ensino técnico estadual e federal do Estado.
O trabalho contará com intermediação da Seicom, para atender as demandas específicas de cada negócio, a partir do momento inicial do processo de implantação até o período estável de operação contínua das empresas.
“Há mais de dois anos a Câmara de Comércio Brasil-Suécia está avaliando a potencialidade de negócios dos estados brasileiros”, disse o diretor da Câmara, Sharif Pakzard. E com base nesses estudos, realizados em parceria com o diretor da empresa internacional de consultoria CrasRace, Renato Antunes, e a representante da Câmara Sueca no Brasil, Tatiana de Magalhães, a comitiva declara que a Suécia está apostando no grande potencial mineral do Pará.
O grupo demonstrou também interesse em replicar as informações estratégicas, com ajuda da Seicom, para atrair as empresas suecas ligadas à instituição a investir em negócios relativos à área de infraestrutura e mineração.
“A Seicom está disposta a colaborar com a Câmara de Comércio Brasil-Suécia no intuito de promover uma relação comercial mais sólida, criando inicialmente um cenário para a segunda visita, com representações políticas e importantes diretores das principais empresas suecas, brevemente ao Pará, para formalizar a parceria”, anunciou o secretário de Estado de Indústria, Comércio e Mineração, David Leal, logo após ressaltar o empenho do Estado em propiciar um ambiente infraestrutural adequado para as necessidades de novos empreendimentos.
Participaram também do encontro preliminar de negócios, o coordenador de Mercado, Augusto César; o gerente de Negócios Internacionais, Aldryn Começanha; o gerente de Estudo de Mercado, Murilo Carreteiro e o coordenador de Logística Industrial, Alexandre Araújo, todos da Seicom, além do assessor da Secretaria Especial de Desenvolvimento e Incentivo à Produção (Sedip), Celso Trierweiler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário