segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

'Banhos' para a virada de ano fazem sucesso

No Ver-o-Peso, começou cedo a procura pelos produtos e receitas especiais para a virada. Veja as dicas das erveiras para atrair boas energias 

A regra para o primeiro banho é: não pode molhar a cabeça. Essa é uma das instruções que Beth Cheirosinha passa para quem compra os famosos banhos de cheiro para o Ano-Novo. O segundo passo é colocar uma roupa clara e dar uma voltinha na rua: “As perturbações vão saindo, tem que pegar um vento para deixá-las irem ficando pra trás”.

E a procura pelo banho de cheiro e as outras essências já tem sido grande desde o começo de dezembro, segundo os vendedores. Há mais quem procure o kit com o banho de descarrego e o outro, recheado de boas energias. 

“Abre caminho, chega-te a mim, ganha aqui ganha acolá, uirapuru, fortuna, manjericão, patchouli, priprioca, cheiro do pará...”, vai enumerando Beth, explicando a necessidade de cada um dos itens.

Quem mora em Belém está acostumado, quem já morou e foi embora também volta e faz a encomenda nas barraquinhas de cheiro do mercado do Ver-O-Peso. Lorena dos Anjos, por exemplo, mora em Goiânia e trouxe um pedido: “Já me pediram para levar um ‘Chora aos meus pés’”.

O banho de descarrego deve ser diluído na água e usado apenas do pescoço para baixo. O segundo banho pode ser na cabeça, e tem que ser concentrado, segundo Beth: 

“Esse banho vence tudo, vence batalha. Tem ‘comigo ninguém pode’, ‘surrador de feiticeiro’. É para levar de vez o ano velho”.

O kit com os dois banhos sai apenas R$ 20 e não faltava quem quisesse comprar. É o caso de Doralice Tavares, que afirmou que andava se sentindo carregada e teve um ano difícil: “Já vou tomar banho com limão e outras coisas, vim aqui para ver algumas outras coisas que possam levar o mau olhado e o olho gordo para longe de mim”.

 

TRÂNSITO TRANQUILO

 

Apesar de estar de ser véspera da virada de ano, o movimento na saída de Belém é tranqüilo,  na manhã desta segunda-feira 30, com poucos veículos  deixando a capital paraense em direção aos balneários.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o fluxo de veículos passando pela barreira policial de Marituba é menor que o normalmente registrado para este dia da semanal, e que nenhum ponto de congestionamento é registrado nos primeiros quilômetros da rodovia BR-316.

A PRF ainda afirma que um fluxo maior é esperado para o final da tarde, pois muitas pessoas ainda trabalham durante o dia de hoje, e que na terça-feira  31 o trânsito deverá ser intenso ao longo de todo o dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário