quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Em Marabá, nível do rio Tocantins começa a subir e preocupa população

O pesadelo que está se abatendo sobre populações do sudeste, notadamente Minas Gerais e Espírito Santo, com registro dezenas de mortes e milhares de desabrigados, pode atingir também algumas regiões do Pará. No Sudeste paraense, o nível do rio Tocantins, já começa a subir e preocupa a população de Marabá. Famílias que residem em áreas mais atingidas historicamente pelas enchentes, próximas ao rio Tocantins, entram em estado de alerta, depois que o nível das águas ultrapassaram  7 metros acima do normal.

O tempo na região se apresenta  bastante carregado de nuvens, com ameaça de fortes chuvas. Os últimos três dias têm sido de muita chuva. Na noite de Natal houve fortes precipitações e o aguaceiro atravessou a madrugada desta quinta-feira 26.

O rio já ultrapassa os sete metros do considerado normais. O nível do Tocantins chegou a 11 metros no início deste ano, quando desabrigou cerca 400 famílias. Em 2003, passou de 14 metros e atingiu cerca de 3 mil famílias. A pior enchente foi nos anos oitenta, quando registrou mais de 18 metros, cobrindo toda a Velha Marabá.

Segundo a Defesa Civil, o nível de alerta é 10 metros, mas a partir de 9 metros, as famílias que moram em bairros periféricos, como a Velha Marabá e a Nova Marabá, em áreas próximas ao rio Tocantins. No fim deste ano, a população já está em nível de alerta com uma provável enchente.

Historicamente, Marabá tem sido atingida por enchentes. Quando atingidas, as pessoas passam a morar em abrigos provisórios construídos pela prefeitura. Na maioria dos casos, as famílias reclamam da falta de assistência, saúde, saneamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário