quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Sagri discute distribuição de máquinas de branqueamento de açaí

Como coordenadora do Programa Estadual de Qualidade do Açaí, a Secretaria Estadual de Agricultura (Sagri) começou a discutir, juntamente com os outros órgãos e parceiros que integram o programa, os critérios de seleção para distribuição dos tanques de branqueamento do fruto que estão sendo adquiridos pelo Governo do Estado, com o objetivo de garantir o manuseio adequado do açaí e a qualidade do produto final. Esses equipamentos ajudam na eliminação de bactérias, inclusive do microorganismo transmissor da doença de Chagas.

Entre os critérios dessa seleção estão a exigência de que os batedores sejam cadastrados na Associação dos Vendedores Artesanais de Açaí de Belém (Avabel) tenham realizado o curso de boas práticas promovido pelo governo estadual e ainda que possuam uma infraestrutura razoável para processamento do produto.

A reunião para discutir esses detalhes foi realizada na tarde de quarta-feira, 30, na sede da Sagri, com a participação também de representantes da Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), Ministério da Agricultura, Prefeitura de Belém e dos batedores. “Outros critérios ainda estão sendo definidos”, informa o gerente de Fruticultura da Sagri, Geraldo Tavares.

No total serão cedidos 215 equipamentos, que serão repassados aos batedores por meio de um termo de cessão. Nesta primeira fase, serão distribuídos 100 tanques de branqueamento que devem ser entregues ainda este ano.

Serviço:

Informações sobre a cessão do tanque de branqueamento podem ser obtidas na Sagri (4006-1250) ou na Avabel (8276-6468 ou 8873-4860).

Nenhum comentário:

Postar um comentário