quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Estrada de Ajuruteua ganha pontes de concreto

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) está substituindo as antigas pontes de madeira por novas estruturas em concreto armado na rodovia PA-458, em Bragança, no acesso à praia de Ajuruteua, no Nordeste do Pará. Ao longo da PA, 36 quilômetros permitem a integração com outras regiões do Estado. Na estrada, estão sendo construídas as pontes sobre os furos que fazem parte da geografia local.

No total, a Setran está construindo 278 metros de pontes em concreto armado nos furos “da Ostra”, que já está concluída; “do Meio (Chato)”, com 75% concluídos; “do Café”, onde está sendo concluído o serviço de estaqueamento da segunda parte; e “da Estiva”, com 50% prontos. As obras já estão beneficiando diretamente os moradores da praia de Ajuruteua, Vila dos Pescadores e comunidades localizadas ao longo da PA.

O engenheiro Afonso Costa Picanço, da Setran, detalhou que a obra está sendo desenvolvida com duas frentes de trabalho pela empresa responsável. A primeira equipe, composta por oito homens, é responsável pela execução de infraestrutura e estaqueamento. A segunda, com 14 operários, faz a mesoestrutura e superestrutura, que é a montagem da ponte. “As duas equipes trabalham de segunda a segunda, com folga de três dias a cada 60 dias”, explica.

O investimento aplicado na substituição das pontes é de R$ 8,5 milhões. Segundo a Diretoria de Transportes Terrestres da Setran, a previsão é que a obra seja entregue em fevereiro de 2014. Anseio antigo dos moradores da região e dos visitantes da praia de Ajuruteua, a renovação das pontes vai garantir segurança na trafegabilidade da rodovia, além de incrementar o turismo e a geração de emprego e renda.

Benefícios – Representante da Associação dos Moradores da Praia de Ajuruteua, Francisco Assis de Souza destaca a importância da obra para a comunidade. “A presença do Estado é muito importante na região. Bragança é uma cidade com grande potencial turístico, por conta da praia, que já foi considerada por revistas especializadas como a terceira mais bonita do Brasil. Hoje, o governo do Estado está presente, incentivando o turismo com a construção das pontes, recuperação da estrada e na contenção do mar”, diz.

Moradora há 24 anos na localidade, Silvia Cupidom é dona de uma das pousadas da área. Ela também comemora a execução da obra. “Antes o acesso era mais difícil, o que acabava por afastar os visitantes. Sofríamos com a situação. O governo do Estado assumiu o compromisso de substituir as pontes e está cumprindo. Sabemos que agora as pessoas que gostam de Ajuruteua vão poder vir, pois o acesso está tranquilo e com mais segurança”, afirma.

A Setran doou toda a madeira retirada das antigas pontes para a Vila dos Pescadores de Ajuruteua. O material será usado na construção de dois ancoradouros para barcos de pequeno porte. O projeto é uma solicitação antiga dos pescadores. A construção vai beneficiar diretamente mais de três mil famílias, moradoras da vila e dos arredores.

A partir de projeto da Setran, será feito o estaqueamento da obra, que será composta de duas passarelas, com 30 metros de altura por três metros de largura, e outra com 45 metros de altura por três metros de largura, para atracamento das embarcações, evitando o desembarque do pescado de forma inadequada. O inicio das obras está previsto para dezembro deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário